Prefeitura Municipal realiza audiência pública sobre concessão de saneamento de água em nosso município

por Mariele dos Santos Tavares publicado 30/10/2017 03h02, última modificação 01/11/2017 15h29
Câmara Municipal sedia evento, que contou com auditório lotado, e vereadores, juntamente com a população, avaliam as propostas de concessão para o tratamento de água.
Prefeitura Municipal realiza audiência pública sobre concessão de saneamento de água em nosso município

Poder Executivo realiza Audiência Pública

Debates sobre tema atraem população


Foi realizada uma Audiência Pública, na noite deste segunda-feira, dia 09 de outubro, no Plenário Waldemar Gonçalves Lima, para que o Poder Executivo Municipal, explanasse para os vereadores,e para a população presente,  acerca da proposta constante no  Projeto de Lei N° 014/2017,  que trata sobre a concessão, por meio de licitação, para a contratação de empresa, no intuito de realizar o saneamento e o tratamento de água, a serem oferecidos para a população de Bom Jesus.

Esta matéria, invoca as preocupações dos nossos parlamentares, como ressaltou o Presidente Josailto, uma vez que o poder judiciário, está acompanhando os trabalhos. Além disso, o tema é muito sensível, pois envolve a saúde e a qualidade de vida de nossos cidadãos.

Cientes disso, o presidente ao abrir os trabalhos, atendendo ao requerimento apresentado pelo Vereador Felipe Tavares, repassou à palavra ao advogado da Prefeitura, Dr. Márcio Leandro Vieira, para que este, explicasse o que estava sendo feito neste sentido. O advogado, prontamente fez um histórico breve, na qual ressalta que o processo de contratação de uma empresa para prestação deste serviço, se desenrola desde 2009, em gestões passadas, e que este modelo, adequa-se pelos motivos econômicos, na qual o poder executivo municipal, não dispõe de recursos de tamanha vulta para fazer frente aos investimentos necessários.

Como o direito à agua potável, é uma condição essencial para o desenvolvimento do ser humano, o poder público está tentando buscar formas de prover esse benefício para a população - disse o Dr. Márcio. A importância de tal medida, se dá uma vez que os poços abertos atualmente, não contemplam toda a demanda. Além disso, as caixas de água, que servem como reservatórios, ficam constantemente sujas, o que pode causar doenças endêmicas. Dr. Márcio também ressaltou que, não se trata apenas de capatar água: Esta deve ser tratada , e o esgoto também.

Ao passo que se seguiu, vários moradores expressaram suas dúvidas, e uma a uma, as perguntas foram sendo respondidas. O saldo final, foi que , o diálogo com as diferentes opiniões, engrandecem a administração, que pode ouvir os anseios de seus cidadãos. As preocupações da população, sobre as taxas, e formas de utilização da água, foram ouvidas, e deverão ser o foco de atenção dos vereadores doravante.

 

População acompanhando debates
População compareceu em bom número.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.